Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Amanhã voltas a sonhar

 

Por muito que te custe fechar os olhos

por muito que te doa...

a ausência dos outros

Por mais longa que seja a espera

por mais dolorosa que seja a falta de esperança

acredita em ti

não desistas dos sonhos

não deixes de lutar

não deixes de sorrir

por mais que as palavras magoam

por vezes só te resta chorar

por vezes basta fechar os olhos

e acreditar

toda a dor vai passar

o sol vai voltar a brilhar

a chuva talvez continue a cair

talvez te lave a alma

talvez te esqueças do ontem

e acredites...

outro dia vai chegar

Amanhã voltas a sonhar...

 

 

 

Segredo...

 

Vou contar-te um segredo...

Não digas a ninguém

shiu...

não te rias!

O amor  ás vezes é assim

Se não for assim não é amor..

Vou contar-te um segredo

Talvez já saibas

Estas coisas sabem-se sempre

Tenho vergonha...

Tu sabes como sou..

Não te rias...já te pedi...

Faz esse ar sério que não engana ninguém

Dá-meconfiança para começar...

para soltar a primeira palavra

As outras serão mais faceis

Vá, não me olhes assim

Quero mesmo contar-te isto

...

Vou respirar fundo...

Olhar-.te nos olhos

e tentar falar

Pára com isso

Esse olhar maroto,

assim não consigo

Shiu

Ninguém está a ouvir

Chega-te mais um pouco

Vou contar-te um segredo...

....

Talvez não valha a pena

Tu já sabes

vou ficar aqui a olhar-te

talvez descubras

que já sabias que segredo

te queria contar

 

 

Cores

 

 

E a vida por vezes é assim...colorida

basta um sorriso ou um abraço...

e o dia tem outra cor

basta um palavra ou tão somente um gesto

e a chuva parece que não incomoda

e o sol até nem faz muita falta...

Basta ter-te aqui...

 

 

 

Porque hoje é Quinta

 

"Ás vezes também se está sozinho entre os homens"

"O vento empurra os homens de um lado para o outro. Não tem raízes e isso faz-lhes muita falta"

 

Margarida Rebelo Pinto in "I'm in love with a pop star"