Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Talvez...para sempre

 

Queria dizer que te adoro 

Mas talvez seja tarde

Talvez tenha medo

Talvez...

Talvez...

Talvez seja melhor assim

Esquecer as coisas

Apagar o passado

Secar as feridas que ficaram

E enxugar as lágrimas

Deixar os momentos que passamos onde eles pertencem

No passado

E continuar a vida

Essa vida sem sentido

Que nos dá tão pouco

E nos tira tanto...

tanto carinho

tanta amizade

tanto amor

queria que percebesses

o que sinto

as palavras que nunca te disse

e aquelas que disse e arrependi-me depois

mas agora cada um de nós segue o seu rumo

aquilo a que chamam, destino

e tudo que ficou para trás

já não interessa

talvez seja isso

a nossa história ficou para trás com o resto

e talvez um dia encontrar-nos-emos por aí

e falaremos dela

ou talvez...

o tempo vai separar-nos como agora

e nunca mais nos vamos cruzar

e assim

talvez guarde a nossa história na memória

como se guarda um filme,

um livro,

ou apenas palavras...

para sempre.    

                     

 

1 comentário

Comentar post