Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

O báu...da vida

 

E por vezes perde-se a capacidade de sorrir

para a vida

porque as palavras ferem...

porque os olhares se perdem...

mas a vida tem sempre dois sentidos

como todas as coisas

o lado bom e o lado mau

as virtudes e os defeitos

o bem e o  mal

 e há que aproveitar cada segundo

sem a preocupação

de qualificar cada acto ou palavra

sem perder tempo com promenores

aproveitar cada sorriso

cada palavra de coragem

cada gesto de amor e de amizade

Porque a vida não sao gavetas

onde se separa

as roupas usadas frequentemente

e as mais formais

a vida é um  só bau

onde se guarda tudo

mas só se usa aquilo  que se quer

que se encontra

mesmo que demore muito tempo a chegar ao fundo

e encontrar o que procuramos...

 

 

2 comentários

Comentar post