Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Para o meu pai...

 

Talvez eu seja assim por ti

Tu que me mostraste o sentido da vida...

e me ensinaste a valorizar cada conquista

me disseste para abraçar cada projecto e nunca desistir

talvez muitas  palavras tenham ficado por dizer

mas o teu sorriso em cada regresso a casa...

fazia-me sentir

a felicidade e o Amor

Em cada gesto de carinho e em cada abraço

eu sabia que ias ficar sempre comigo

e ficaste...

apesar de distante ainda sinto

o teu abraço

Acredito que está do meu lado para sempre

que a brisa do vento

que me afaga os cabelos

são de certo tuas mãos

a acarinhar...

a mostrar que não te foste embora

ainda oiço tua voz e teu riso

e não quero perder isto

Porque tu nunca vais deixar de ser o meu pai

e tudo o que eu faço...

será sempre por ti

ADORO-TE

 

 

 

3 comentários

Comentar post