Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Está a chegar o Natal…

 

Está a chegar o Natal…
Como queria que estivesses aqui
Ainda lembro, ás vezes com uma lágrima a fugir-me
Outras com um sorriso nos lábios
Como era importante essa data p’ra ti
 
Não consigo deixar de pensar
Dizem-me para não pensar nisso
Que estás num sitio bem melhor que este mundo
Mas eu continuo a acreditar
O que o melhor sitio para ti
Era perto de nós
Não me convencem
Sei que me estão a tentar animar
No entanto eu não me sinto triste
A vida mudou é certo
E esta altura do ano trás muitas saudades
Nunca soube muito bem o que eram
Tudo o que era importante para mim estava do meu lado
Agora não
Sinto saudades tuas
Cá em casa, não há o mesmo cheiro a Natal
Já não oiço teus passos na noite de Natal
Já não corro para os teus braços ansiosa pelos presentes
Não posso dizer que o Natal acabou
Não podia deixar isso acontecer
Afinal foi o melhor que me deixaste
Não seria justo deixar morrer aquilo que tu ensinaste-me a amar
Como foi importante ter-te a meu lado naquela altura
 Perguntam-me o que pedi pelo Natal
Digo que não quero nada
Mas minto
Minto a mim mesma
Sei que quero
Quero um abraço teu nesta noite
Só um e depois podes partir
Pois sei que não podes ficar
Quero apenas um abraço
Porque as saudades não passam com o tempo
TENHO SAUDADES TUAS
 

 

 

 

 

1 comentário

Comentar post