Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Nenhum de nós

 

Estou aqui ao pé de ti

de mãos dadas

parece que sempre aqui estiveste

de um momento para outro,

chegaste...

nem me apercebi...

ocupaste a minha mente,

os meus pensamentos, as minhas palavras

a minha vida

De repente tudo começou a fazer sentido

o mundo parou

Tu chegaste...

deste-me a mãos,

os olhos e o sorriso

deste-me o coração

e misturamos as vidas

Num abraço,

esquecemos o tempo,

e juntos escrevemos mais uma página

mais um dia contigo

mais um dia comigo

ensinei-te tuas qualidades

aprendi meus defeitos contigo

meus defeitos que para ti são qualidades

meus olhos curiosos de criança

fazem-te rir

o que me deixa feliz

Estás aqui comigo,

e eu divago em pensamentos dispersos

agradeço

o aperto das mãos que já se conhecem

estás aqui comigo de mãos dadas

sempre aqui estiveste...

nenhum de nós sabia...

 

 

2 comentários

Comentar post