Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Não esqueças

 

Se tiveres que esquecer...

não esqueças

as nossas mãos dadas,

os nossos abraços

esqueçe as palavras, mas nunca o meu sorriso

esquece o tempo perdido de espera

mas não aquele momento, em que nos cruzamos

esquece

o que quiseres, mas não este tempo

essa chuva que tanto nos diz

lembra-te este é o nosso tempo

o tempo

dos abraços intermináveis... mesmo debaixo de chuva.

das mãos que não se largam

dos beijos com o olhar

esquece as palavras amargas

mas nunca a doce sensação de estares deitado no meu colo...

a segurança enquanto adormeço no teu.

não esqueças...

lembra-te sempre...

pra sempre.