Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Meu pai

 

Mais um dia sem ti

Vejo toda a gente nas compras

ou simplemente de braço dado com os seus,

e eu não posso fazer o mesmo

é inveja que sinto,

 é tristeza, é saudade,

de não poder estar contigo agora,

de não poder ter tomado o pequeno almoço contigo,

o teu café, quase sem leite,

e cheio de acuçar (herdei de ti esse gosto)

Não pude despedir-me de ti quando saí de casa, nem logo vamos poder partilhar o jantar em familia como toda a gente

Custa muito não te ter aqui

Custa muito aceitar o que aconteceu.

Mas não é o pior, vai doer, quando chegar a casa e vir os presentes

que eles vão trazer da escola, para te oferecer

Porque eu pude oferecer todos os presentes que fiz

mas eles não

Vi todos os teus sorrisos, quando os recebeste,

quando abrias os cartões, feios que fazia,

e que tu dizias que estavam muito bonitos.

Logo vou ver os cartões, escritos por eles,

que sabem que tu já não estás,

que não te conhecem

mas sabem que és o Melhor Pai do Mundo!!!!

 

 

 

Tenho saudades tuas

 

 

 

2 comentários

Comentar post