Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Saudades

 

Respiro...

penso na vida

Não posso negar que me trouxe desgostos,

algumas lagrimas e muitas noites de pensamentos divagantes

Deus, não imagina o que me tirou

é verdade que também me deu muitos motivos para sorrir,

Deu-me paz e vontade de viver...

Deu-me vida e um sorriso enorme.

Gosto dessa vida,

dos pequenos promenores,

e das grandes diferenças.

dos abraços que traquilizam e das palavras

aconchegantes.

Gosto de viver essa vida que me deste.

Gosto de me rir das minhas pequenas desgraças,

de lembrar os momentos passados de felicidade.

Gostava que tu estivesses aqui,

para poderes partilhar toda essa felicidade comigo

Sei, que também gostavas dessas pequenas coisas que fazem a nossa vida ser

unica.

Eu gosto de imaginar como seria se aqui estivesses

Serias meu amigo

Ralharias comigo, se preciso fosse

e dar-me-ias ainda mais amor

Gosto de imaginar porque

no fundo sinto-te aqui enquanto escrevo,

sinto-te presente na minha vida

sinto-te vivo no meu coração

Nada mais importa,

tenho-te comigo, como  se nunca tivesses partido.

No entanto sinto tanto  a tua falta.

Deus, talvez tenha decidido o que é certo,

mas não sabe, a falta que tu me fazes.

Tenho saudades tuas.