Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Apeteceu-me

 

Não me apetece fazer nada.

Ficar quieta e escrever

como se meus dedos tivessem vida própria.

Apetece escrever, sobre ti

pra ti

sobre mim,

sobre tudo

Apetece-me dizer o que tenho

e o que não quero

apetece usar as palavras

mesmo sem sentido

escrever escrever

até que já tenha utlizado todas as palavras...que conheço

Apetece-me dizer que te amo

que nunca me esqueci daqueles amigos

apetece-me escrever para o céu...

e aGRADECER.

Os amigos...

a minha vida.

Apetece-me descarregar a minha furia em ti

ou talvez não

 

Apetece-me não ter regras... só meus valores

abrir os braço à vida e dizer...

LEVA-ME.

Apetece-me escrever sobre tudo

e sobre nada

sobre os momentos, e desilusões

sobre o que me faz feliz

sobre as minha duvidas...

ou talvez não

 

Apetece-me fechar a porta e não deixar entrar

mais ninguem

Fechado para balanço...

Podia ser

mas a vida não nos dá intervalos

nem tempo para balanços

apetece-me

 

sorrir...

 

porque escrevo sem sentido

 

apetece-me escrever assim...

... mas já chega.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.