Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Perdidamente...

Um dia... vou acreditar no destino Fechar os olhos e deixar o vento levar-me... onde ele quiser vou acreditar nos sonhos vou acreditar em ti...

Simplicidade...

 

"O amor dá trabalho. O amor exige dedicação e concentração. O amor é feito de escolhas, de cedências e de pequenos gestos todos os dias. Se ficar doente, prefiro que o meu amor me vá comprar vitamina C e aspirinas do que se perca em floristas. Se estou cansada, prefiro que vá ao supermercado por mim em vez de me escrever declarações de amor. E se estou triste, prefiro que me oiça do que me cale a boca a dizer que me ama.

O verdadeiro amor, aquele que é feito no terreno, tem de ser resistente à vida, à realidade, às pequenas contrariedades e aos grandes problemas, ou então não é bem amor. Até pode ser um amorzinho querido, mas não tem aquela força, aquela garra, aquela alquimia que faz com que o amor vença e prevaleça.

Não basta vontade, é preciso disciplina. E já agora, muito riso e algum siso; juntos, operam milagres."
 

 

 

 

 

Margarida Rebelo Pinto

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.